Google, Facebook, Amazon, Microsoft juntam forças para impulsionar Inteligência Artificial

Não, essas empresas não vão dominar o mundo (ainda não). Elas querem simplesmente informar pessoas sobre os benefícios trazidos com o uso de Inteligência Artificial.

Talvez você não saiba, mas essa tecnologia já está por aí.

O recurso utilizado pelo Facebook para identificar o rosto de amigos em fotos é realizado a partir de sistemas que utilizam Inteligência Artificial, por exemplo. Podemos citar, inclusive, recomendações de vídeos no YouTube e aquela ajuda ativada por intermédio do uso da fala (o Assistente de Voz).

Com o propósito de disseminar o uso deste tipo de tecnologia, Amazon, Google, Facebook, IBM e Microsoft criaram, na última quarta-feira, um grupo denominado Partnership on Artificial Intelligence to Benefit People and Society.

Algumas das premissas do grupo incluem pesquisas e estudos acerca de I.A., visando criar diretrizes para o desenvolvimento de novas tecnologias, bem como melhorar a compreensão do público sobre Inteligência Artificial – de certa forma, auxiliando a acalmar receios de que robôs queiram matar a humanidade e/ou tomar nossos empregos.

Apenas esclarecendo que esta parceria sobre I.A. não pretende ser um grupo de lobby. Seu conselho de administração vai incluir pessoas do mundo corporativo, bem como acadêmicos e especialistas em política e ética.

Esta parceria classifica a inteligência artificial como sendo muito significativa: ela se tornou alvo de grandes empresas de tecnologia e, por isso, tem sido constantemente observada e acompanhada como um modelo de aprendizagem, cujo propósito seria aumentar a inteligência de dispositivos e softwares de cada uma dessas empresas.

O valor da I.A. deverá continuar a crescer na medida em que mais aplicações encontrem seu caminho fora da academia, voltando-se para uso comercial. Embora haja um longo caminho a se percorrer até que tornemos I.A. mais inteligente e útil, este é o motivo mais provável do por que todas essas empresas – que normalmente são concorrentes – estejam trabalhando juntas.

Atualmente, a Apple está fora desta parceria. De qualquer forma, o grupo informou – nesta quarta-feira – que parceiros adicionais devem ser anunciados num “futuro próximo“.

Eric Horvitz, da Microsoft, co-presidente interino desta nova parceria, disse ao The Guardian: “Temos estado em conversações com a Apple, eu sei que eles estão entusiasmados com este esforço, e eu, pessoalmente, espero vê-los entrar.

No entanto, a Apple não quis comentar sobre este assunto.

Separadamente, a Microsoft disse quinta-feira que criou a sua “Microsoft AI” e “Research Group”, que reúne 5.000 cientistas e engenheiros de computação para reforçar os seus próprios projetos de Inteligência Artificial. A empresa tem uma meta de “democratizar A.I.”, permitindo que mais pessoas possam tirar proveito desta tecnologia.

A nova parceria sobre I.A., entretanto, já está discutindo o trabalho com algumas organizações científicas e sem fins lucrativos, incluindo a Associação para o Avanço da Inteligência Artificial e o Instituto Allen para a Inteligência Artificial.

Fonte: Cnet

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *